O que estou lendo

2017
T.J. Clark. Por um esquerda sem futuro.
Jorge G. Castañeda. Che Guevara: a vida em vermelho.
Philip Roth. Os fatos.
Franz Kafka. Na colônia penal.
Haruki Murakami. Ouça a canção do vento & Pinball, 1973.
Rebecca Solnit. Os homens explicam tudo para mim.
Deborah Levy. Coisas que não quero saber.
Richard Morgan. Carbono alterado.
Olivia Laing. A cidade solitária.
Elena Ferrante. A filha perdida.
Stephen King. O concorrente.
Philip K. Dick. Andróides sonham com ovelhas elétricas?
Richard Lewontin. Biologia como ideologia.
Deborah Levy. Nadando de volta para casa.
Kij Johnson. The cat who walked a thousand miles.
Sérgio de Régules. As teorias do caos e da complexidade.
Haruki Murakami. Romancista como vocação.
Connie Willis. Time is the fire: the best of Connie Willlis.
Cormac McCarthy. Onde os velhos não tem vez.
Octavia Butler. Os hospedeiros (Bloodchild) e O dom da fala (Speech Sound).
Noam Chomsky. Mídia: propaganda política e manipulação.
Michael Crichton. Jurassic Park.
Angela Nagle. Kill all normies: online culture wars from 4chan and Tumblr to Trump and the Alt-right.
Marcelo R. Paiva & Clemente T. Nascimento. Meninos em fúria e o som que mudou a música para sempre.
William Carlos Williams. Poemas.
Berenice Bento. O que é transexualidade?
Marie NDiaye. Três mulheres fortes.
Isabelle Stengers. No tempo das catástrofes.
Ron Padgett. Alone and not alone.
Paul Mason. Pós-capitalismo: um guia para nosso futuro.
Rutger Bregman. Utopia for realists: and how we can get there.
Byung-Chul Han. A sociedade do cansaço.
John Heilemann & Mark Halperin. Virada no jogo: como Obama chegou à Casa Branca.
Think Olga. Meu corpo não é seu: desvendando a violência contra a mulher.
Irvine Welsh. Trainspotting.
Lilia Moritz Schwarcz. Nem preto, nem branco, muito pelo contrário: cor e raça na sociabilidade brasileira.
Arnon Grunberg. O homem sem doença.
Karen Armstrong. Breve história do mito.
Chimamanda Ngozi Adichie. Para educar crianças feministas: um manifesto.
Cixin Liu. O problema dos três corpos.
James Baldwin. Um homem à minha espera.
Dexter Filkins. Guerra sem fim.
Ernst Mayr. What evolution is.
Han Kang. A vegetariana.
Ta-Nehisi Coates. Entre o mundo e eu.
Oliver Sacks. Sempre em movimento: uma vida.
Rogério Rosenfeld. O cerne da matéria: a aventura científica que levou à descoberta do bóson de Higgs.
Eldes Saullo. Escrevendo ficção científica e fantasia.
Alejandro Zambra. Meus documentos.
Ted Chiang. História da sua vida e outros contos.
Christopher Hitchens. Deus não é grande: como a religião envenena tudo. 

2016
Adelle Waldman. Os casos de amor de Nathaniel P. 
Gary Spencer Millidge. Alan Moore: o mago das histórias.
Oliver Sacks. Gratidão.
Margaret Atwood. O conto da aia.
Ian McEwan. Enclausurado.
Jonathan Crary. 24/7: capitalismo tardio e os fins do sono.
Marcelo Gleiser. A simples beleza do inesperado: um filósofo natural em busca de trutas e do sentido da vida.
Jim Al-Khalili & Johnjoe McFadden. A vida no limite: como o mundo quântico se comporta quando ninguém está olhando.
Murray Rothbard. Esquerda & Direita: perspectivas para a liberdade.
Ethel Schuster, Haim Levkowitz, Oliveira Jr. & Osvaldo N. (eds.) Writing scientific papers in English successfully: your complete roadmap.
Issac Asimov. Fundação e Terra.
Isaac Asimov. Limites da Fundação.
Arthur Schopenhauer. A arte de ter razão: 38 estratégias para vencer qualquer debate.
Shel Leanne. Liderança segundo Barack Obama.
Mario Sérgio Cortella & Renato Janine Ribeiro. Política para não ser idiota.
Peter Singer. A Darwinian left: politics, evolution and cooperation.
Julian Assange. Cypherpunks: liberdade e o futuro da internet.
Michael Lewis. Flash Boys: revolta em Wall Street.
Michael Lewis. Bumerangue: uma viagem pela economia do novo terceiro mundo.
Jonathan Franzen. Pureza.
Richard Yates. Rua da revolução (Foi apenas um sonho).
Stephen King. Quatro estações.
Janet Malcolm. A mulher calada: Sylvia Plath, Ted Hughes e os limites da biografia.
Bernhard Schlink. Mentiras de verão.
Jorge Crisci, Liliana Katinas e Paula Posadas. Historical biogeography: an introduction.
John Williams. Stoner.
Patti Smith. Linha M.
Nick Cave. A morte de Bunny Munro.
Emily St. John Mandel. Estação onze.
Denis Johnson. Sonhos de trem.
David Foster Wallace. Graça infinita.
Dennis McCarthy. Here be dragons: how the study of animal and plant distributions revolutionized our views of life and Earth.
David Foster Wallace. Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo.
David Foster Wallace. Breves entrevistas com homens hediondos.
Clóvis de Barros Filho & Júlio Pompeu. A filosofia explica as grandes questões da humanidade.
Paul Auster. A invenção da solidão.
Paul Auster. Diário de inverno.
J.D. Salinger. Nine stories.
Douglas Wilson & Christopher Hitchens. O cristianismo é bom para o mundo?
Richard Feynman. The pleasure of finding things out.
Janet Malcom. 41 inícios falsos: ensaios sobre artistas e escritores.
Charles Bukowski & Robert Crumb. Traz teu amor pra mim e outros contos.
Thomas Mann. Morte em Veneza.
Primo Levi. Os afogados e os sobreviventes: os delitos, os castigos, as penas, as impunidades.
Tony Judt. O mal ronda a Terra: um tratado sobre as insatisfações do presente.
Luciano Oliveira. 10 lições sobre Hannah Arendt.
Ingo Schulze. Adam e Evelyn.
J.M.G. Le Clézio. Refrão da fome.
Samuel Beckett. Esperando Godot.
Primo Levi. A trégua.
Primo Levi. É isto um homem?
Martin Amis. A zona de interesse.
Fernando Fernandez. O poema imperfeito: crônicas de biologia, conservação da natureza e seus heróis.
Efraim Rodrigues. Histórias impublicáveis sobre trabalhos acadêmicos e seus autores.
Richard Ford. Homens com mulheres.
Edmund Conway. 50 ideias de economia que você precisa conhecer.
Michael Lewis. A jogada do século.
Ashlee Vance. Elon Musk: como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando nosso futuro.
Sam Savage. Cartas de um escritor solitário.
Ed Catmull & Amy Wallace. Criatividade S.A.: superando as forças invisíveis que ficam no caminho da verdadeira inspiração.
Mikal Gilmore. Ponto final: crônicas sobre os anos 1960 e suas desilusões.
Brent Schlender & Rick Tetzeli. Como Steve Jobs virou Steve Jobs.
Rubem Fonseca. Feliz ano novo.
Amós Oz. A caixa-preta.
João Pereira Coutinho. Vamos ao que interessa.
Stephen King. Sobre a escrita.
Ricardo Piglia. O caminho de Ida.

2015
Jean Echenoz. 14.
André Gorz. Carta a D. - História de um amor.
Leonard Mlodinow. Subliminar: como o inconsciente influencia nossas vidas.
Charles Brownstein (org.) Eisner / Miller
Grant Morrison et al. Homem-Animal: O evangelho do coiote.
Howard S. Becker. Truques da escrita: para começar e terminar teses, livros e artigos.
Tom Wolfe. Eu sou Charlotte Simmons.
Jim Thompson. 1280 almas.
Stephen Emmott. 10 bilhões.
William Gibson. Neuromancer.
Haruki Murakami. 1Q84 - Livro 3.
Haruki Murakami. 1Q84 - Livro 2.
Haruki Murakami. 1Q84 - Livro 1.
Haruki Murakami. Sono.
Michael Chabon. Garotos incríveis.
Henry James. A outro volta do parafuso.
Ian McEwan. Na praia.
Friedrich Engels & Karl Marx. O manifesto do Partido Comunista.
George Orwell. A revolução dos bichos.
Oscar Wilde. A alma do homem sob o socialismo.
Barack Obama. A audácia da esperança: reflexões sobre a reconquista do sonho americano.
Ben Naparstek. Encontros com 40 grandes autores.
Manning Marable. Malcolm X: uma vida de reinvenções.
David Remnik. A ponte: vida e ascensão de Barack Obama.
Ian McEwan. Reparação.
Janet Malcom. O jornalista e o assassino.
Sergio Pitol. Vida conjugal.
Albert Camus. A queda.
Antoine de Baecque & Serge Toubiana. François Truffaut: uma biografia.
Ian McEwan. A balada de Adam Henry.
Philip Roth. Indignação.
Anthony Peake. A vida de Philip K. Dick, o homem que lembrava o futuro.
Philip Roth. Adeus, Columbus.
Philip Roth. Fantasma sai de cena.
Claudia Roth Pierpont. Roth libertado: o escritor e seus livros.
Joan Didion. Noites azuis.
Joan Didion. O ano do pensamento mágico.
Simone de Beauvoir. Mal-entendido em Moscou.
Carole Seymour-Jones. Uma relação perigosa: Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre.
Simone de Beauvoir. Todos os homens são mortais.
Raymond Queneau. Zazie no metrô.
Marguerite Duras. O amante.
Gustave Flaubert. Madame Bovary.
Michel Houellebecq. Submissão.
Tzvetan Todorov. Os inimigos íntimos da democracia.
Muriel Barbery. A elegância do ouriço.
Nicholas Carr. The shallows: what the internet is doing to our brains.
Geoff Dyer. Todo aquele jazz.
Dave Eggers. O círculo.
Gyula Krúdy. O companheiro de viagem.
Sebastião Salgado & Isabelle Francq. Da minha terra à Terra.
Charles Percy Snow. As duas culturas e uma segunda leitura.
Edward O. Wilson. Cartas a um jovem cientista.
Edward O. Wilson. A conquista social da Terra.
Chimamanda Ngozi Adichie. Sejamos todos feministas.
Jorge Luis Borges. Ficções.
Julio Cortázar. Austoestrada do Sul & outras histórias.
Liév Tolstói. A morte de Ivan Ilitch.
Fiódor Dostoiévski. Noites brancas.
Sam Harris: A morte da fé: religião, terror e o futuro da razão.
Chuck Palahniuk. Snuff.
Chuck Palahniuk. Mais estranho que a ficção.
Antônio Prata. Nu, de botas.
Vários autores. Granta 6: Sexo.
Don DeLillo. Ruído branco.
Thomas Pynchon. O leilão do lote 49.
Philip Roth. Entre nós: um escritor e seus colegas falam de trabalho.
Lawrence Wright. A prisão da fé: cientologia, celebridades e Hollywood.
Philip Roth. Pastoral americana.
Jesse Bering. Devassos por natureza: provocações sobre sexo e a condição humana.
Nelson Motta. Vale tudo: o som e a fúria de Tim Maia.
Peter Suskind. Como a geração do sexo, drogas e rock´n´roll salvou Hollywood.

2014
André Barcinski. Pavões misteriosos.
Michael Marie. Nouvelle Vague e Godard.
Martin Amis. Trem noturno.
Paul Auster. Desvarios no Brooklyn.
Brian Christian. O humano mais humano: o que a IA pode nos ensinar sobre a vida.
Walter Isaacson. Os inovadores: uma biografia da revolução digital.
Reinaldo Moraes. O cheirinho bom: crônicas safadas.
Neil Gaiman. O oceano no fim do caminho.
Sílvio Caccia Bava (Org.) Thomas Piketty e o segredo dos ricos.
Eduardo Szklarz. Nazismo: como ele pôde acontecer.
David Cronenberg. Consumidos.
Alex Robinson. Fracasso de público (três volumes).
Robert Crumb. Minha vida & Meus problemas com as mulheres.
Donna Tartt. O pintassilgo.
Marcel Blanc. Os herdeiros de Darwin.
Richard Mason, Tony Morphet & Sandra Prosalendis. Reading scientific images: the iconography of evolution.
Voltaire. Cândido ou o otimismo.
Art Spiegelman. Maus.
Janet Browne. Origem das espécies: uma biografia.
Nick Hornby. More baths and less talking.
Nick Hornby. Alta fidelidade.
Alejandro Zamba. Bonsai.
Alejandro Zambra. A vida secreta das árvores.
Martin Amis. Lionel Asbo.
F. Scott Fritzgerald. O grande Gatsby.
Paul Auster. Da mão para a boca: crônica de um fracasso inicial.
Michel Houllebecque. O mapa e o território.
Jean Paul Sartre. O existencialismo é um humanismo.
André Forastieri. O ano em que o rock morreu.
Christopher Hitchens. Últimas palavras.
Julian Barnes. Altos vôos e quedas livres.
Hsin Ting. Carma, meditação e sabedoria: pequenas histórias, grandes ensinamentos.
Paul Auster. Viagens no scriptorium.
Hsing Yün. O que é budismo?
Paul Auster. The New York Trilogy.
Paul Auster. O caderno vermelho.
Willy Russell. Caro Morrissey...
Dave Thompson. Dangerous Glitter: Como David Bowie, Lou Reed e Iggy Pop Foram ao Inferno e Salvaram o Rock´n´rol
David Shenk. O jogo imortal: o que o xadrez nos revela sobre a guerra, a arte, a ciência e o cérebro humano.
Daniel Johnson. Rei branco e rainha vermelha: como a Guerra Fria foi disputada no tabuleiro de xadrez.
Alan Watts. O espírito do Zen.
Fern Elsdon-Baker. The Selfish Genius: how Richard Dawkins rewrote Darwin's Legacy.
Jonathan Coe. A terrível intimidade de Maxwell Sim.
Junot Díaz. É assim que você a perde.
Leander Kahney. Jony Ive: o gênio por trás dos grandes produtos da Apple.

2013
Cormac Mcarthy. A estrada.
Stephen Hawking. Minha breve história.
Sean Howe. Marvel: a história secreta.
Reinaldo Moraes. A órbita dos caracóis.
Eliane Brum. Menina quebrada.
Stephen Emmott (2013) 10 bilhões. 208 páginas. Editora Intrínseca (tradução Kvieta Brezinova de Morais).
Haruki Murakami (2010) Do que eu falo quando falo de corrida. 152 páginas. Editora Alfaguara Brasil (tradução Cássio de Arantes Leite).
Franz Kafka (2011) Essencial Franz Fakfa. 298 páginas. Companhia das Letras (tradução: Modesto Carone).
Hazel Rowley (2006) Simone de Beauvoir e Jean Paul Sartre: Tête-à-Tête. 480 páginas. Editora Objetiva (tradução: Adalgisa Campos da Silva).
Walter Jess (2013) A vida financeira dos poetas. 352 páginas. Editora Benvirá (tradução: Paulo Reis).
Matthew Quick (2013) [2008] O lado bom da vida. 256 páginas. Intrínseca (tradução: Alexandre Raposo).
Max Barry (2012) [2011] Homem-máquina. 284 páginas. Intrínseca (tradução: Fábio Fernandes).
Charles Kiefer (2010). Para ser escritor. 160 páginas. Editora Leya.
Philip Roth (2012) [1991] Patrimônio: uma história verídica. 192 páginas. Companhia das Letras (tradução: Jorio Dauster).
Alain de Botton (2011) Religião para ateus. 272 páginas. Editora Intrínseca (tradução: Vitor Paolozzi).
Jonathan Safran Foer (2011) [2009] Comer animais. 320 páginas. Editora Rocco (tradução: Adriana Lisboa).
Philip Roth (2013) [1977] O professor de desejo. 256 páginas. Companhia das Letras (tradução: Jorio Dauster).
John Casti (2012) [2011] O colapso de tudo: os eventos extremos que podem destruir a civilização a qualquer momento. 352 páginas. Editora Intrínseca (tradução: Ivo Korytowski e Bruno Alexander).
Orson Scott Card (2006) [1985] O jogo do exterminador. 380 páginas. Devir Livraria (tradução:  Carlos Ângelo).
Arthur C. Clarke (1973) Encontro com Rama. 188 páginas. Editora Nova Fronteira (tradução: Leonel Vallandro).
Stanislaw Lem (2003) [1961] Solaris.


2012
Ciência / divulgação científica
Stephen Hawking & Leonard Mlodinow (2010) The grand design.
Brian Greene (2007) [1999] O Universo elegante: supercordas, dimensões ocultas e a busca da teoria definitiva.
Jerry A. Coyne (2009) Why evolution is true. 
Randall T. Schuh & Andrew V.Z. Brower (2009) Biological systematics: principles and applications, 2o edition.
John Polkinghorne (2011) [2002] Teoria quântica.
George Johnson (1997) Fogo na mente: ciência, fé e a busca da ordem.
Isaac Asimov (1992) [1989] Antologia 2 (1974-1989): os melhores ensaios científicos de Asimov escolhidos pelo autor. 

Biografias
Michael White & John Gribbin (2005) [2002] Stephen Hawking: uma vida para a ciência.
Patti Smith (2010) Só garotos.
Keay Davidson (1999) Carl Sagan: a life.

Humanidades (história / filosofia / cinema / tecnologia / literatura)
Bertrand Russell (2007) [1925] No que acredito.
Grant Morrison (2012) [2011] Superdeuses: mutantes, alienígenas, vigilantes, justiceiros mascarados e o significado de ser humano na era dos super-heróis.
Christopher Hitchens (2012) Últimas palavras.
Adriana Amaral (2006) Visões perigosas: uma arque-genealogia do cyberpunk.
Vladimir Safatle (2012) A esquerda que não teme dizer seu nome.
Jonathan Franzen (2012) Como ficar sozinho.
Paulo Francis (2012) Diário da corte.
Gerard Jones (2006) Homens do amanhã: geeks, gângsteres e o nascimento dos gibis.
Blaine Harden (2012) Fuga do Campo 14.
Christopher Hitchens (2006) [2001] Cartas a um jovem contestador.

Romances
Moacyr Scliar (2012) [1999] A mulher que escreveu a Bíblia.
Chuck Palahniuk (2012) [1996] Clube da Luta.
Jonathan Franzen (2011) [2010] Liberdade.
Jonathan Franzen (2011) [2001] As correções.
Raduan Nassar (2012) [1978] Um copo de cólera.
Michel Houllebecq (1998) [2009] Partículas elementares.
Raymond Chandler (2007) [1958] Para sempre ou nunca mais.
Lioniel Shriver (2007) [2006] Precisamos falar sobre Kevin.
Tom Rachman (2011) Os imperfeccionistas.
Jennifer Egan (2012) [2010] A visita cruel do tempo.
José Saramago (2009) Caim.
Amós Oz (1999) Pantera no porão.
Philip Roth (2010) [2009] A humilhação.
Bernhard Schlink (2010) [1985] O leitor.
Philip Roth (2011) [2010] Nêmesis.
Isaac Asimov (2010) [1955] O fim da eternidade.

HQs
Jaime Hernandez (2012) Love and Rockets: Lôcas - Maggie, a Mecânica.
Chester Brown (2012) [2011] Pagando por sexo.
Daniel Clowes (2012) [2010] Wilson.
Alan Moore, Dan Day, Steve Bissette e John Totleben (2007) A saga do monstro do pântano.

Contos
Jennifer Egan (2012) Caixa-preta.
Bruce Sterling & Roberto S. Causo (2010) O consertador de bicicletas & Vale-Tudo.
Enrique Vila-Matas (1985) [2012] Suícidios exemplares.
Neil Gaiman (2008) [2006] Coisas frágeis.


2011
Ciência / divulgação científica
Steven Johnson (2001) Emergência: a vida integrada de formigas, cérebros, cidades e softwares.
Steven Johnson (2010) De onde vêm as boas idéias.
Kim Sterelny (2001) Dawkins vs Gould: survival of the fittest.
Mario Livio (2010) [2009] Deus é matemático?
Frank Ryan (2009) Virolution.
Leonard Mlodinow (2005) O arco-íris de Feynman.
Richard F. Feynman (1985) Deve ser brincadeira, sr. Feynman!
Mário Livio (2008) A equação que ninguém conseguia resolver: como um gênio da matemática descobriu a linguagem da simetria

Biografias
Walter Isaacson (2011) Steve Jobs.
Antonie de Baecque & Serge Toubaina (1998) François Truffaut: uma biografia.
Leander Kahney (2009) A cabeça de Steve Jobs.  
Christopher Hitchens (2010) Hitch-22.

Humanidades (história / cinema / tecnologia / literatura)
Ray Bradbury (2011) [1990] Zen e a arte da escrita.
Joachim Fest (2009) [2002] No bunker de Hitler: os últimos dias do Terceiro Reich.
Alan Sokal & Jean Bricmont (2006) [1999] Imposturas intelectuais: o abuso da ciência pelos filósofos pós-modernos.
David Kirkpatrick (2010) Efeito Facebook.
Ben Mezrich (2009) Bilionários por acaso - a criação do Facebook.
Mário Alves Coutinho (2010) Escrever com a câmera: a literatura cinematográfica de Jean Luc Godard.

Romances
Haruki Murakami (2008) [2001] Minha querida Sputnik.
Paul Auster (2004) [2003] Noite do oráculo.
Philip K. Dick (2006) [1962] O homem do castelo alto.
Philip Roth (2011) [1985] A orgia de Praga.
Philip Roth (2011) [1983] Lição de anatomia. 
Philip Roth (2011) [1981] Zuckerman libertado.
Albert Camus (2009) [1957] O estrangeiro.
Charles Bukowski (2011) [1978] Mulheres.
Douglas Adams (2007) [1979] O guia do mochileiro das galáxias.
Paul Auster (1990) Palácio da Lua.
Ray Bradbury (2007) [1953] Fahrenheit 451.
Isaac Asimov (2009) [1952] Segunda Fundação.
Isaac Asimov (2009) [1951] Fundação e Império.
Reinaldo Moraes (2011) Tanto faz.
Philip Roth (1986) O avesso da vida.
Reinaldo Moraes (2009) Pornopopéia.
Ian McEwan (2010) Solar.
Charles Bukowski (1982) Misto-quente.
Charles Bukowski (1975) Factótum.

Graphic Novels
David Mazzucchelli (2009) Asterios Polyp.Fred Van Lente & Ryan Dunlavey (2010) Filósofos em ação, volumes 1 & 2.
Daniel Clowes (2011) [1997] O mundo fantasma.

Contos
Charles Bukowski (2010) [1973] Ao sul de lugar nenhum: histórias da vida subterrânea.